Não é segredo que o meu programa preferido seja juntar amigos em torno do fogão e da mesa pra um desses jantares sem fim, quando mais se fala e belisca do que de fato se come. As taças não param vazias e a gente nem sabe de onde veio tanto vinho. As risadas ficam cada vez mais longas e altas e já não existe assunto proibido.

Mesmo que a cozinheira se atrapalhe, tenha esquecido alguns ingredientes fundamentais, o jantar tenha sido servido bem depois da meia-noite e a convidada especial já tenha ido embora, ainda assim a lembraça é uma noite que valeu a pena ir dormir tão tarde.

A cozinha da Yana Parente e do Alberto Lins, que sempre está aberta para as minhas receitas, foi onde a semana começou.

Contamos ainda com Michel Zappa na brilhante função de abrir garrafas de vinho com abridor quebrado, Luíza Voll, Daniela Arrais com sua câmera e Cris Naumovs, que não chegou a comer, mas divertiu. E, claro, de La Linda.

Anúncios